Página Inicial
Perfil
Família Dantas
Ordenação
Diocesano
UERN
Homenagens
Obras Realizadas
Galeria de Fotos
Agenda
Produção
Contato
  Diocesano
   
 

Colégio Diocesano: uma retrospectiva de seus 106 anos (1901 - 2007)

Fundado por D. Adauto de Miranda Henriques (antigo Ginásio Diocesano) em 2 de março de 1901, funcionava na Praça Antônio Joaquim, onde, atualmente, é o Banco do Brasil - Centro, de Mossoró.

O primeiro diretor foi o Cônego Estevão José Dantas, depois o Cônego Luiz Soares de Lima (10/01/1956) e, em seguida, o Cônego Raimundo Gurgel do Amaral (23/12/1956), nomeado por Dom Eliseu Simões Mendes, Bispo de Mossoró, naquela época.

O Colégio Diocesano ao longo de seus 104 anos vêm desenvolvendo atividades culturais, artísticas, literárias, jornais, e atividades escolares criativas, participativas, marcadas por fundações como "Arcádia Juventil" (1904), uma sociedade literária do ginásio; um "Clube Dramático Juvenil" uma associação cultural que apresentava um espetáculo por mês (1905); circula então a revista Escola sob a responsabilidade da Profª Eulina Coelho (1924) e, depois o jornal "O Colegial", o "Grêmio Literário" e "Centro Cívico Auta de Souza", ambos de 1925, (composto unicamente de senhoritas cf. Revista "A Escola", ano II, nº 10, pág.11, de novembro de 1925 In: CAVALCANTI, Côn. Francisco Sales: Apontamentos sobre a História do Cólegio Diocesano Santa Luzia de Mossoró - Rio Grande do Norte. 2ª ed. Mossoró: Fundação Guimarães Duque e Fundação Vingt-Un Rosado (Col. Mossoroense, v.1326), nov.2002. p.86.

O Ginásio Santa Luzia (1926) comemora o jubileu de prata a 15 de novembro, homenageando o Cônego Estevão José Dantas. Houve missa solene, colocação de lápide comemorativa do 25º aniversário do Ginásio, sessão magna, recepção de diplomas e banquete.

O cinqüentenário do Diocesano (14 e 15/10/1951) teve solene comemoração, com desfile escolar, almoço de confraternização, sessão magna, missa, competição desportiva entre alunos e ex-alunos e encerramento no Cine Teatro "Pax" com discurso do ex-aluno Dr. Américo de Oliveira Costa cujo discurso destacava "a importância social e econômica do colégio, para a região".

As comemorações alusivas do 97º aniversário do Diocesano ao centenário receberam o lema do Pe. Sátiro Cavalcanti Dantas, atual diretor. "o passado pelo presente rumo ao futuro", na oportunidade foram premiados alunos vencedores do concurso de redação: "Meu colégio, minha vida", promovida pela Academia Santa Luzia de Letras e Artes - ASLLA, uma criação da Profª Maria das Graças Marinho de Oliveira, coordenada pela professora e advogada Marilza Praxedes (Gazeta do Oeste, Cidade / Opinião, 25/05/1997), com objetivo de estimular o desenvolvimento de atividades artístico-culturais e literárias na escola.

Pe. Sátiro apresentou também à sociedade mossoroense os serviços prestados tais como: Reestruturação da Associação de Ex-alunos; INTERNET; Academia Santa Luzia de Letras e Artes - ASLLA; Clube de Matemática; Centro de Informática; Centro Pastoral; dentre outros, além de apresentar à comunidade o selo comemorativo do centenário do Diocesano.

O perfil Diocesano é traçado por trabalhos criativos e para comemorar seus 104 anos, funcionários e professores participaram de missa solene (02/03/2005), celebrada pelo Bispo Dom Mariano Manzana, que recebeu um estandarte com escudo (As montanhas de Trento e o xiquexique), confeccionado pela Profª Raimunda Almeida (Coordenadora administrativa do Diocesano) e arte do pintor e desenhista Careca. Em seguida, em 3/03/2005, aconteceu aula-passeio: um passeio pelos pontos turisticos de Mossoró, com as 5ª séries, acompanhados por seus professores Genir Brito, Almir de Castro, Francineide Morais e Albertina Dornelles.

O Colégio Diocesano, atualmente, conta com 64 professores, a maioria especialista e mestre. Neste 2005, foram matriculados cerca de 1.338 alunos e 245 alunos novatos.

Depoimento de Pe. Sátiro sobre os 104 anos do Diocesano

Na estrada existencial do Colégio Diocesano Santa Luzia, chamado anteriormente “Gynasio Sancta Luzia”; “Colégio dos Padres” , foram ficando na história marcos significativos não só na trajetória educacional, como também, na participação das iniciativas progressistas da terra potiguar.

Nas salas deste Colégio, surgiram encontros e debates sobre criação de instituições e movimentos empreendedores do progresso, como exemplos, a erecção da Diocese de Mossoró, a oficialização da Faculdade de Ciências Econômicas de Mossoró, a fundação da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Mossoró.

Em seu arquivo registro de matrículas encontram-se nomes expressivos que exerceram ou exercem funções públicas ou privadas no cenário nacional, estadual e municipal, governadores, senadores, deputados, prefeitos, desembargadores, juízes, vereadores, homens de letra, jornalistas, empresários, funcionários e outros cuja presença contribuiu para vida econômica e social do Rio Grande do Norte e do Brasil.

Tudo isso é possível, devido à soma de esforços dos seus Bispos, direção, coordenação, professores, auxiliares, alunos e a confiança das famílias que escolhem esse espaço para educação de seus filhos.

Viste o site do Colégio Diocesano Santa Luzia: www.cdsl.com.br

 

 
     
 
FM 105 MOSSORÓ Xdesigner Publicidade e WebServices